QUALIDADE NA AVIAÇÃO

Qualidade é um conceito subjetivo, é a propriedade de qualificar, está relacionada às percepções de cada indivíduo e diversos fatores como cultura, produto ou serviço prestado. As nossas necessidades e expectativas influenciam diretamente nesta definição.

Qualidade pode ser qualidade de vida das pessoas de um país, qualidade da água que se bebe ou do ar que se respira, qualidade do serviço prestado por uma determinada empresa, ou ainda qualidade de um produto no geral. Como o termo tem diversas utilizações, o seu significado nem sempre é de definição clara e objetiva. No que diz respeito a qualidade em relação a produtos e/ou serviços, há várias definições, como o produto estar em conformidade com as exigências dos clientes, ter valor agregado, algo que produtos similares não possuem, relação custo/benefício etc.

Considerando a indústria aeronáutica, podemos distinguir nossos processos de qualidade em três etapas;

  • Inspeção: onde são enfatizados os processos que garantem a qualidade de produção / manutenção.
  • Controle Estatístico da Qualidade: onde fazemos os levantamentos estatísticos dos resultados das inspeções realizadas, por exemplo, para ampliar um intervalo de inspeção Check A, Check C ou até mesmo um TBO de motor;
  • Garantia da Qualidade: que hoje esta sendo englobada pelo Sistema de Gerenciamento e Segurança operacional.


O Sistema de Gerenciamento da Segurança Operacional está consolidado como um padrão em toda aviação mundial, estendendo, inclusive, a gestão da segurança além do ambiente da aviação. Sistemas semelhantes são usados na gestão de áreas críticas nas organizações que utilizam sistemas complexos nas suas atividades cotidianas, requerendo um alto nível de qualidade em áreas que envolvem segurança, saúde ocupacional, meio ambiente, etc. O SGSO para os provedores de serviços da aviação civil e o Programa de Segurança Operacional Brasileiro - PSO-BR, irão integrar o gerenciamento de risco dentro dos modernos conceitos de gestão (4° etapa, Gestão estratégica da Qualidade), de maneira a garantir a segurança operacional de forma pró-ativa. O SGSO enfatiza a gestão da segurança como um processo de negócio fundamental a ser considerado de forma equivalente a outros aspectos da gestão empresarial.

Related posts